domingo, 19 de setembro de 2010

Ara Pacis*

É bom colocar para a posteridade que estou num momento de celebrar uma paz interior muito grande e muito esperada. Foi a duras penas conquistada, que fique claro. Para uma filha de Ares a paz é algo que não vem sem a guerra,me é inconcebivel essa idéia, então que fique claro como a luz que eu penei muito. E como filha de Ares também sei que a paz não é algo que dure para sempre, ela tem data de validade. Sou humano e como tal sou cercada de conflitos, internos e externos,não me iludo. Porém, existem conflitos que podem  e devem ser finalizados para sempre. E alguns conflitos antigos chegaram ao seu fim, deu-se a validação do prazo e ..lata de lixo. Nesse caso, nada de reciclagem!! Chega uma hora na vida que começamos a sentir o peso de monstros criados e alimentados de modo requintado e por nós mesmo. Eles crescem e tomam um tamanho zilhões de vezes maior do que se pode suportar. Mas há que se matar o gigante, há que se iniciar o conflito inevitável. E só há uma alternativa: vence-lo honradamente. Não se pode fugir disso. Pode demorar um tempo imenso, mas fugir do inevitavel não dá. E se tempo demais passar o gigante só tende a crescer e engordar o que pode dificultar a batalha pois,muitas vezes essa desporporção de tamanho e peso nos desanima e nos rende temporariamente. Mas, como disse, só há um caminho: vitória. E depois de se vencer uma guerra, rendemos nossa homenagem a Paz que, obviamente e inevitavelmente se segue a uma boa guerra. A Paz. E assim ergo meu Ara Pacis e celebro aquilo que há muito procurei. Acendo velas e agradeço a Ares por me dar força todos os dias para lutar de maneira honrada e vencer de maneira digna. Ele não pode esperar menos de mim, que lhe sou tão devota.

*Ara Pacis é um altar erguido pelos romanos para celebrar a Paz

Um comentário:

Green Womyn disse...

Parabéns. O bom é ver que vc não está somente em paz com os outros, mas tb com vc mesma. Vc merece.