quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Cozinha de Bruxa

Fiquei pensando nesse texto e tudo o que quero contar...talvez ele fique longo!


As Bruxinhas e os Duendes que alegram e cuidam da cozinha e das portas.
Além do bom e velho caldeirão de ferro!
Bruxaria de Cozinha é alquimia,isso é um fato.Há quem menospreze essa prática, eu mesma já ouvi que “eu tenho potencial pra mais”.Sinceramente, que fala esse tipo de coisa é o mesmo tipo de gente que acha que molho de macarronada nasce dentro de uma lata! Nós, bruxas de cozinha,temos a paciência de fazer acontecer a magia em alguns minutos ou nas longas horas da feitura de uma geleia,depende do que queremos. Isso,meus amigos, é para poucos nessa nossa pós modernidade, certo? Nós vemos o mundo escorrer feito calda de pudim, adoçamos e curamos a quem amamos, nosso livro das sombras é um bom livro de receitas e nossos segredos borbulham tanto que enfeitiçam até nossos vizinhos! Quem nunca teve vontade de bater na casa ao lado para pedir um naco de bolo?Então me digam: como pode essa arte maravilhosa dos sabores,ser considerada menor no meio bruxístico?

Comigo tudo começou com duas pessoas: Márcia Frazão e seus maravilhosos livros (e muitas vezes pouco compreendidos pala maioria bruxistica de lata de Pomarolla) e a Lia Domingues na saudosa lista de discussão Incantatio. Eu sentia que existia uma magia além e adentro as panelas,um mundo oculto e perdido no tempo e fui atrás de informação.Mas que informação se isso se vive e não se conta? Então busquei na raiz da casa, nas mulheres,nos causos, nos sonhos.Até que hoje (esse ano aliás) minha mãe de 80 anos passou seu cetro e sua colher de pau para mim e virou Rainha Mãe conselheira do reino. Desenterrei os causos, tirei a poeira das minhas vontades a tampo ansiosas e fui ter com a cozinha.

Nsa. Sra.Aparecida tem vez aqui sim!Pq ela me salvou de uma
cirurgia qdo era era um bebê.O Buda já está na família há
muito tempo também!


Relembro a menina de 9 anos (eu!!!) que sonhava em possuir a caixa vermelha de uma coleção de receitas que pertencia à casa,mas ninguém dava bola pra coitada da caixa.A mesma menina que inveja a irmã mais velha 13 anos, que tinha um caderno de receitas escrito a mão e de lá tirava os bolos de aniversários e as tortas de natal. Eis que um dia por ironia do destino,uns 20 anos depois, a irmã da menina esqueceu de seus cadernos e foi viver a vida e a menina mais que depressa surrupiou todos cadernos que couberam em suas mãos e nunca mais os devolveu!O próximo passo foi esconder a caixa vermelha para de esquecida se tornasse invisível para todos. E assim foram alimentados os sonhos.

Hoje estou aqui, escrevendo apenas um tiquinho do que a cozinha significa para mim: amor, arte, cor,sabor, afeto,saúde,preocupação, oração, poder. Sim, na cozinha reside um grande e perpétuo poder ,mas só os cultivadores de sonhos podem ver!! Os plantadores de Pomarolla....esses coitados...se perdem em livros de magia com gosto de papel! Agradeço sempre à Marcia (que nem me conhece!) por ter tido inspiração e escrito tudo que escreveu/escreve e a Lia por ter publicado numa certa tarde a oração da Bruxa de Cozinha. Agradeço aos espíritos que moram na minha cozinha,por estarem sempre me lembrando ser leve, amorosa e cuidadora dos meus e por eles defenderem a casa dos plantadores de Pomarolla!

Uma bruxa de cozinha....

Por Aunty Rhy, tradução de Lia Domingues


Uma bruxa de cozinha é alguem que faz mágica o tempo todo. Seu templo é sua casa. Seu altar é sua mesa, pia, colo, o contador, o meio do piso. Ela abençoa a comida enquanto cozinha. A roupa que ela lava, o joelho que sangra e a família enquanto dorme.


Sua mágica faz tão parte de sua vida que ela não precisa dos objetos da alta magia. Tudo que ela precisa é de sua mente. Entretanto, isso não a impede de utilizar o que estiver à mão. Sua athame é sua melhor faca de cozinha, e sua vassoura faz jornada dupla. Ela inventa cânticos na hora, na ponta do chapéu, na vasilha de vidro ou na pilha de material. (você está vendo aquela referência secreta no matelassê?)Ela é sua magia. Possui um livro de receitas e também um livro das sombras. Muitas vezes os dois juntos.

Uma parte dos meus temperos.Eu fiz os vidros e a cesta!!
Ela é a pequena bruxa do vale dos contos de fadas. A esposa de meia idade que chamam no meio da noite ou a vizinha que sempre acorre quando há uma crise, porque ela senta com você com uma xícara de chá, você chora seus problemas e ela faz as coisas funcionarem. Freqüentemente ela tem um jardim de ervas ou um patchwork maravilhoso de plantas. Ela faz artes assim como faz Artes.

Uma bruxa de cozinha é alguém que vive seu caminho todo dia. Que sabe que não dá pra ser sempre bonito e luminoso e que trabalha o equilíbrio. Ela é alguém que segue o caminho do seu coração, juntando conhecimento sempre que pode e sem se preocupar com misturas e combinações.

PS. Desculpem o uso gratuito do pronome Ela. Ele também pode ser um bruxo de cozinha...


12 comentários:

Voando como borboletas disse...

Amei o post e me identifiquei muito com o mesmo.Beijos de sol para iluminar o teu dia

Daniel disse...

Sim, também tem bruxo de cozinha sim senhora. E um quase chef! kkk
Gostei do seu texto. Tambem adoro a cozinha. E como é bom passar uma tarde inteira fazendo pão, ou longas horas se dedicando a um assado ou ensopado. Agora, ainda me falta comprar um caldeirão desses bem grandes pra fazer os cozidos pros amigos, vai ser o bicho! rs

Izzie disse...

Amei seu post! Acho que a cozinha é o melhor lugar para se fazer transmutações... existe uma tradição em casa maravilhosa que é a tradição do pão.. minha mãe, que aprendeu com a minha tia-avó e minha avó, que aprenderam com a bisa.. e eu e minha irmã, que estamos aprendendo com ela!

Nessa blogagem coletiva (obrigado pelo convite!) vou postar umas fotos da minha mãe fazendo esse pão!

Beijinhos. :]

Izzie disse...

hihihi!
participei!

http://terraancestral.blogspot.com/2010/12/blogagem-coletiva-cozinha-de-bruxa.html

:}
beijo!

Iony disse...

Eu que agradeço a oportunidade de colocar um pouco da minha vida pra vcs!!!

Daniel...vc não vale...ja nasceu Chef!!

Izzie...seu post é lindo!!Já linkei lá pra babi!

Beijos!

Ariany (Dhanna) disse...

Iony, sua inspiração foi além e estou aqui, repleta de emoção!
A cozinha é a peça-chave desse quebra-cabeça bruxulístico!
É onde a bruxaria reina, há séculos e séculos!
Vassouras, facas,caldeirão, livros, aromas, tudo isso está lá!
Admiro demais a forma como vc lida com a bruxaria e a cozinha pq é disso que venho falando há tempos!
Amei, amei e amei denovo!!! rs

Iony disse...

Poxa Ary...fiquei emocionada!!! Obrigada peloc arinho!

Inês disse...

Eu gostei muito do texto, so não entendi o que que a senhora tem contra o Pomarolla! Eu uso! Na verdade uso Salsaretti porque já vem com pedacinhos de tomate. Hahaha

Brincadeira... Você me inspirou pra fazer o meu. Ele tarda mas não falhara!

Babi Guerreiro disse...

O que falar desse post?

Eu e o Iony somos diferentes em muitas coisas, mas em algumas outras parece que fomos feitas na mesma forma.

A forma como você falou de sua cozinha me emociona pq é como me sinto qdo estou na minha, será um privilégio dos nascidos do elemento Terra? rsrs... não sei... mas sei que compartilho da tua visão e amei o texto final... vou guardar isso pra sempre no coração.

Obrigado por ter compartilhado comigo desta blogagem... assim como de outras inspirações q juntas temos... és uma grande companheira, apesar da distância, está sempre dentro do meu coração.
Amo-te muito.

Milhões de beijus

Lia disse...

Iony, querida, fico feliz de saber que de alguma forma ajudei no seu caminho...
E espero que a gente continue compartilhando esses nossos caminhos bruxísticos!
Beijos mil!!!

Rayto de Lua disse...

Aiaiaia eu amei!!! Nossa e que potes lindos!!! Vou copiar!!! Ai adoro cozinhar, herdei isso da minha mãe... Beijos...

Luciana Onofre disse...

pensarei em ti amanhã, cozinhando para minha pequena família...

e tomara um dia sentemos juntas ou na tua ou na minha cozinha =)