quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Vitória!

Hoje as 11 da manhã eu acabei o meu portifólio mais barra pesada do semestre. Trata-se da aula de META - materiais e técnicas artisticas - , onde aprendemos a fabricar diversos tipos de tintas similares as que são encontradas no mercado (alternativas 1000), para entendermos o que é pigmentos, solventes,aglutinantes,suportes,pinceis etc.Não foi fácil, pq é muita coisa e não fiz a disciplina de pintura que poderia ter me salvado muito. Então foi meio que se vira nos 30.


Muitas vezes eu não tinha o material da aula e a galera dividia. Muitas vezes eu dividia o pouco que tinha e tudo ficava bem. Na penultima aula uma colega sentou chorou e disse que não ia conseguir terminar tudo a tempo,disse que ia desistir. Eu sentei com ela e falei pra ela não sair do campo no final do segundo tempo. Ela chorou,se descabelou e me mostrou o trabalho dela. A coisa mais linda do mundo! Aí eu ri e mandei ela deixar de ser boba que o trampo dela tava maravilhoso ( e era verdade!!) e eu vi nos olhos dela a vida voltar. No dia seguinte ela me trouxe um bombom e disse "Obrigada,Iony por me ajudar a não desistir " e o meu dia estava ganho. As vezes eu pegava o telefone e saia ligando para fornecedores até achar o bendito material ou papel que ninguem achou e pedia carona pro PM da turma pra ir lá comigo e comprar a coisa toda. E pareciamos sacoleiros no final do dia! E assim foi....semana após semana. Fora os problemas da professora que acabamos sendo solidários e perdoando as faltas dela.

Até que hoje eu terminei o portifólio. Quando terminei de monta-lo eu chorei...um choro de gratidão. Corri para o altar do Akhu (antepassados) e chorei e minhas lágrimas se misturaram com a agua da libação e eu só conseguia dizer: Obigado por eu estar aqui e por me aceitarem. Era uma sensação de dever cumprido e de vislumbre de que se está no caminho certo. e isso minha gente, não tem preço.Eles já estavam há dias me rondando,me ajudando,me fazendo entender coisas.Depois mostrei pra minha mãe o trabalho e mesmo que ela não entenda nada, ela simplesmente achou bonito e disse com um sorriso: lembra quantas caixas de lápis de cor você usou quando criança? Pois é...aquele tanto de risco valeu a pena! Mas a minha maior gratidão é ter terminado o segundo semestre da forma como eu me propus: não me cobrei um trabalho perfeito, não entrei em paranóia ou inveja do trabalho dos outros e fui parceira dos meus parceiros.

O nome disso tudo ??? VITÓRIA!Eu sou vitoriosa!

2 comentários:

Daniel disse...

Parabéns por sua vitória!
Um abraço,
Daniel

Beto disse...

ah, a eterna cobrança pela perfeição que nos fazemos!
então descobrimos que nós que nos cobramos por uma conta/despesa que não nos pertence.
tem gente que agradece e segue adiante. tem gente que se apega [!] à cobrança.
seriamos tão mais felizes se deixássemos a cabeça centrada [aterrada] e deixássemos o botão do "foda-se" ligado...