domingo, 24 de julho de 2011

Ousadia de ser


Eu não entendo esse movimento de sagrado feminino puro,sacro e chato. Há uma falta de “eroticidade” nessas coisas. As vezes eu observo (e eu observo muito!) que há uma necessidade de endeusamento,de santidade,de pureza nessa coisa toda. E não existe nada sensual,lascivo ou erótico nas entrelinhas. Ok...há toda uma história do corpo feminino como pedaço de carne na vitrine do açougue. Mas porque não sermos libertárias e colocar uma sexualidade aflorada,um impulso criador e criativo na nossa fala/ação? Sem essa de Tantra!!!!O Tantra foi deturpado no Ocidente e de qualquer maneira não são todas a conseguir  acesso a essa filosofia.E nem por isso podemos desistir do nosso corpo erótico e sagrado.Eu vejo na maioria das vezes (e não vou pedir desculpas por isso) a hipocrisia do politicamente correto permeando e se infiltrando num campo tão extenso e  tão sagrado. Os ditames do “pode ou não pode”, do “certo e errado”, a dicotomização (mais uma vez!) do movimento sagrado E feminino.

Tenho pensando em quem sou eu no meio disso tudo. Outra vez.Eu não me sinto encaixada.Eu não tenho mestra xamã, eu não danço danças sagradas aprendidas em academias por um preço alto.eu não faço Reiki, sou capenga no tarot, sou agressiva com as palavras.Minhas fotos não passam a sensação de candura e sabedoria ancestral.Eu não uso roupas do estilo Hippie fashion,eu não dou cursos,eu não acredito da Grande Deusa Mãe que foi execrada por homens maus vindos das estepes (isso eu realmente não acredito!!).Eu não sou popular na internet e eu não acredito na paz.Não essa paz de um mundo cor de rosa e colorido advinda de um saudosismo de uma época de ouro lá no Paleolitico.Eu me sinto um peixe fora d’água...mas só as vezes.

Eu sou fetichista, eu gosto de Pin Ups, gosto de coisas antigas, gosto de homens grandes e fortes e de preferência bem resolvidos com eles e comigo. Gosto de coisas que deixariam as “mestras” de cabelos em pé.Coisas que fariam elas acreditarem que eu estou no caminha errado,que não sou um ser espiritual e que aposto contra as minhas irmãs sagradas,etc etc etc. E isso agora me faz rir!Eu sou forte.Ahh!Isso eu tenho certeza que sou. Eu estudo,eu leio coisas que desbancariam teorias da Grande Deusa fofa num piscar de olhos.E eu tenho hoje,força para me assumir na contra mão.
 Mas eu aprendi a aceitar algumas coisas: se existe uma diversidade de deusas,existe também a diversidade de pessoas e assim como eu aceito quem acredita no que eu não acredito, eu espero que me aceitem assim, meio na contra mão mas com um coração aberto. Acho que foi essa reflexão que me fez deixar um pouco esse blog em hiato.Vamos ver o que vai dar a partir de agora.Eu tenho muito a falar sobre assuntos que ninguém fala porque são errados.

Sempre,é claro,contando com a compreensão de quem me lê mesmo em silêncio. =)

13 comentários:

ArtemisMelissa disse...

oba, vou adorar ler sobre os assuntos 'errados', rsrs

O Escriba disse...

É isso aí, sua linda! Dê uma lição de maturidade e honestidade pra fazer questionar os discursos fofinhos desse paganismo New Age.

Green Womyn disse...

Gostei muito do seu texto e acho muito maduro de sua parte dizer o que não gosta e mesmo assim respeitar quem pensa ao contrário.

Eu também não sou uma pessoa fofa (você sabe disso) e estou ansiosa para ler sobre os seus "assuntos errados"!

Flor Baez disse...

Realmente, cada um aprecia e acredita aquilo que é de interesse.
Nem por isso é melhor ou pior que as outras pessoas. Cada um tem um caminho diferente, onde a meta é unânime: a felicidade.

Sejamos felizes!

Bjs

MARis disse...

Mal posso esperar pra ler sobre os assuntos errados.

("Brindemos a tudo que é certo da forma errada!" Pink)

JOTA OLLIVEIRA disse...

Ai, adoro coisas erradas... são tão gostosas, tão prazerosas! Concordo com vc amor... acho um saco feministas que se privam do prazer de ser "puta na cama" por não serem "um pedaço de carne" no açougue. Mas ok... enfim... cada um tem seus fetiches (adorooo)!!! Sem mais palavras, escreva assuntos 'errados' logo ;)

Beto disse...

devidamente copiado, divulgado e adorado!

Iony disse...

Beeeeeeeeeeeeeeeeeeeto!!! Obrigada,seu fofo!

Alias,obrigado a TODOS,comentaristas ou não,pelo apoio que dão ao blog! Vcs me fazem persistir na escrita!

Nion disse...

Ousado, realista, inteligente e sensato.

Bem vindos ao mundo real - fora da pagãlandia e seus novos mitos.

Apoiado a sua iniciativa.

PhD Mammy disse...

Adorei e me identifiquei super!!!!!!!!!!!!!

Cassimila disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cassimila disse...

Fala tuuuuuuudo, mulher! Quero muito te ouvir e me identificar mais! hehe

Dúnia La Luna disse...

Adorei seu artigo! Muito bommmm!
Nenhuma mulher femininamente honesta é essa coisa fada, princesa, divina e asexuada! Essa coragem de se assumir sombria é o essencial...
Totalmente Lilith! adorei!