terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Sou Mulher



Gero, Crio, dou Vida
à mim , à outros ! 
Alimento, nutro, curo 
o meu ser, a minha cria 
Sou faca cortante quando preciso for, doce pluma ao entardecer
Me arrisco, me entrego
Sou fêmea, sou deusa, sou loba
Não sou boazinha, não sou mulher má, sou dona de mim
Meu ventre, minha força
Minha casa, o Universo, a terra, as águas
Co-crio o meu caminho, a minha jornada
Nos meus descansos recupero o folego e busco os meus objetivos
Cada estrada um saber, cada morada um aconchego !
Amo por inteiro, metades não me completam 
Sou mulher, sou intensa, sou uma mistura de fogo e água, ar e terra
Não sei quase nada, minha alma me conduz, deixo- me fluir 
Minha raiz, minhas ancestrais, minha Mãe Terra 
Busco pela liberdade à qual não tem nome
Não sei quem Eu Sou, me descubro todos os Dias 
Sei o que EU SOU, o que me coração anseia 
A minha lei, é o Sentir 
Sentir-me, conhecer-me, amar-me 
Sou assim Mulher, Donzela, Mãe e Anciã

Caroline Ienne


Nenhum comentário: