quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Saúde e Informação




Eu tenho percebido um movimento surreal contra a medicina alopática. Tenho visto nos grupos on line ,mulheres pedirem orientação sobre sua saúde sem ao menos terem ido a um médico (ou dois,ou três...) obter diagnostico. E na mesma proporção vejo pessoas despreparadas dando receitinhas holísticas e psicológicas,todas obviamente sem preparo para tal,pois um profissional holístico sério,não tem esse tipo de comportamento.

Sei que a medicina está capenga,mas também sei que hoje um simples exame endovaginal mostra como está o nosso útero. Por que desprezar isso? Temos que ter parcimônia.Eu por exemplo,nunca acredito 100% num médico,procuro outras opiniões, inclusive com amigos formados em Farmácia ou outras áreas biomédicas.Mas desprezar tudo? Não! As coisas evoluem e temos que aproveitar o que temos e na era da informação temos também,que questionar e investigar. Os próprios terapeutas holísticos recomendam um diagnostico formal antes de começar uma terapia alternativa.

Esses grupos on line tem me assustado bastante. A vontade das mulheres de ter um grupo,uma tribo,uma alcatéia,esta beirando o desespero e a ingenuidade.Vejo mulheres se entregando nas mãos de outras e aceitando tudo cegamente. Mas,na mesma proporção,vejo uma pequena e luminosa parte de pessoas sérias que realmente querem partilhar. 

A responsabilidade por si é nossa e não do grupo ou do médico,fiquem atentas!


Tratar corpo e espírito em harmonia,sempre!

2 comentários:

Green Womyn disse...

Iony, tenho essa mesma sensação. E o pior é que, se vc percebe que pode ser algo grave e pede para elas procurarem um médico, ainda ficam bravas com você, infelizmente.

Iony disse...

E chamam isso de empoderamento,Dani!!!